Nutrientes contribuem na Saúde Global e Mental - Dra. Jeanne Debortoli

Nutrientes contribuem na Saúde Global e Mental

Uma ingesta adequada de nutrientes pode contribuir para a saúde global e particularmente a saúde mental. A Organização Mundial de Saúde estima que a depressão será a segunda causa de incapacidade em 2020, atrás apenas das doenças cardíacas.

Em média apenas 30-40% dos pacientes melhoram dos sintomas depressivos com o tratamento farmacológico. Alguns suplementos nutricionais podem ser associados para melhorar os resultados.

  • ômega 3: possui atividade anti-inflamatória, mantém estável a membrana do neurônio
  • metilfolato: pacientes com baixos níveis de folato têm uma pior resposta ao tratamento medicamentoso.
  • triptofano: é um aminoácido precursor da serotonina (hormônio que regula sono, humor e apetite) e estudos mostram uma redução dos sintomas depressivos com a sua suplementação.
  • magnésio: é um mineral que atua em várias reações dos sistemas cardiovascular, endócrino, osteoarticular, nervoso, entre outros. Os fatores para o seu déficit são uma pobre ingesta alimentar (solos pobres em magnésio), baixa absorção intestinal por alteração na flora ou absorção renal reduzida.
  • zinco: os estudos ainda não são conclusivos mas existe a hipótese da sua influência na resposta imune celular levando a melhora nos sintomas depressivos.
  • ·        probióticos: a flora intestinal é um importante alvo na saúde mental. Uma dieta pouco saudável altera essa flora, formando processos inflamatórios, permitindo que a barreira intestinal se torne permeável. A suplementação com probióticos reduz o risco de depressão em pessoas saudáveis e reduz os sintomas naqueles depressivos.

Falar sobre suplementos que podem melhorar os sintomas não significa que o tratamento medicamentoso não é importante, converse com seu médico.

Compartilhe!

Quer receber dicas exclusivas? cadastre seu email